Pós Coronavírus. Sua empresa já se planejou como será a retomada das atividades?

pós coronavírus

Nós da RH Broker somos especialistas na contratação de Mão de Obra Temporária e Facilities. Atuamos no mercado há mais de 10 anos, sempre focados em superar as expectativas de nossos clientes, com ética e transparência, resultando em uma performance assertiva e de qualidade.

A momento atual causado pelo Covid-19, tirou a todos da rotina habitual. Fazendo-nos perceber como é importante poder sair de casa despreocupados, caminhar pelas ruas e sentir o vento no rosto.

Acordar e ter compromissos de trabalho, uma agenda corrida em que é possível sair de casa, enfrentar o trânsito, cumprir as atividades do trabalho, almoçar com os amigos.

Ter atividades que dependem de você durante o dia, como fazer contatos telefônicos, reuniões, prospecções, e-mails, propostas, para que ao final do dia possamos voltar para nossos lares e descansar.

Agora que nos vemos contidos em casa, como forma de evitar que o vírus se alastre e proteger todos que amamos e a sociedade, sentimos falta daquele ritmo “normal” e até “louco” que vivíamos.

Quantos de nós estão em casa desejando ter a rotina de volta?

Sentimos falta de coisas simples, como poder ir ao shopping ou encontrar quem a gente gosta e até mesmo falar com o colega de trabalho no corredor durante o almoço.

Coisas que hoje, momentaneamente não fazem mais parte de nossa rotina, mas em breve voltarão. E como se preparar para a volta?

Planejamento para voltar à rotina

As empresas brasileiras, principalmente as de pequeno e médio porte, passarão por algumas dificuldades já esperadas.

O Governo Federal lançou algumas medidas protetivas, visando diminuir o desemprego gerado pela crise econômica. E isso é esperado por causa da necessidade de afastamento social, que gerou a diminuição do consumo e obviamente resultando em desemprego.

O Governo anunciou linhas de créditos emergenciais, com redução significativa dos juros. Além de medidas que postergam o período para pagamento de impostos.

Disponibilizou também ajuda para o financiamento de salários de colaboradores. Visando diminuir a necessidade de demissões. Mas infelizmente, todas as medidas em conjunto podem não ser suficientes para manter todos os cargos e resultados de sua empresa.

Por isso, é importantíssimo que desde já a sua empresa planeje como será a volta das atividades pós Coronavírus.

Afinal, as ações do Governo para proteger as empresas, possuem prazos para acabar, assim como a crise também vai passar.

E para evitar danos graves à saúde financeira de sua empresa, é preciso adotar estratégias.

O que você e sua empresa vai fazer quando tudo isso passar?

Ter respostas para esse questionamento, deve ser prioridade para todas as empresas nesse momento.

Pós Coronavírus. Como ficam as empresas?

É fato que depois do Covid-19, nada mais será exatamente como antes. Mesmo com as empresas voltando a funcionar em horário normal, todas ainda precisarão superar a crise financeira gerada pelo período de afastamento social.

E nesse momento, o diferencial é saber o que fazer e como fazer a gestão da empresa, para preservar seu funcionamento e seus colaboradores. Tendo em vista, que infelizmente alguns cargos importantes precisaram ser cortados para a manutenção da saúde financeira do negócio.

Se a sua empresa recorreu a demissões, para se manter economicamente viável durante essa a quarentena, é preciso evitar que os colaboradores que foram mantidos fiquem ou se sintam sobrecarregados.

Ademais, é preciso manter a produtividade de acordo com a demanda de mercado. Portanto, a contratação de trabalho temporário, é uma excelente alternativa nesse contexto.

O trabalho temporário livra a empresa de processos burocráticos de contratação, e possibilita inclusive a contratação de profissionais que foram demitidos, mas são essenciais para a empresa. A contratação de temporários é a solução viável para ajudar sua empresa a enfrentar esse período.

Recontratando os antigos funcionários por meio do trabalho temporário

É normal que em períodos de crise econômica ocorram demissões. No entanto, retornando à normalidade e funcionamento da economia, tem-se a expectativa que, a demanda de serviço se estabeleça gradativamente.

De forma que a equipe que permaneceu na empresa, possa não dar conta de toda a demanda, o que inevitavelmente ocasiona a necessidade de ampliação do quadro de profissionais.

E por uma questão de respeito e honradez é muito compensatório recontratar seus antigos funcionários como temporários, profissionais esses que a empresa teve que demitir por questões financeiras. Afinal, eles já conhecem a rotina e o fluxo de trabalho, bem como precisam voltar a ter renda.

A contratação de trabalho temporário torna-se proveitoso para ambos os lados nesse cenário, sendo vantajoso para a empresa contratante pois todo o seu processo tem um grande custo benefício, os quais:

1 – Processo de recrutamento & seleção;
2 – Etapas de admissão;
3 – Realização de Exame médico admissional;
4 – Processamento da folha de pagamento;
5 – Gestão de benefícios;

6 – Recolhimento dos encargos de natureza salarial.

Todas essas questões burocráticas ficam por conta da Prestadora que disponibiliza a mão de obra temporária. Sendo assim, facilita a contratação, tornando-a mais rápida.

E essa contratação contribui para que sua empresa consiga reduzir custos, mesmo se o selecionado for um profissional que já trabalhava nesse cargo, anteriormente.

Portanto, além da redução dos custos, haverá também uma redução de tempo para essa contratação acontecer. Otimizando o processo para a sua empresa reaver os trabalhadores que, fazem a diferença no dia a dia do seu negócio.

Cumprir o período de afastamento até reintegrar

E por que recontratar os funcionários antigos ou recém demitidos por meio de trabalho temporário?

O funcionário que foi demitido não pode ser recontratado diretamente pela empresa que o dispensou pelo período de no mínimo 6 meses após a sua saída. Precisando assim, por força de Lei ficar afastado da empresa durante todo esse período, para que possa ser recontratado.

No entanto, por meio de contratação de mão de obra temporária, é possível recontratar tais profissionais imediatamente e não cumprir este prazo de 6 meses.

Se a sua empresa infelizmente teve que dispensar profissionais chaves na equipe é possível recontratar esses bons profissionais como temporários.

A contratação de temporários não se dá diretamente entre empresa e trabalhador. Será uma Prestadora que realizará esse serviço de mão de obra temporária, promovendo o fornecimento e a respectiva gestão, disponibilizando o funcionário à sua empresa.

Nesse caso, vale a pena solicitar para a Prestadora que contrate os profissionais desejados, para recompor a sua equipe quando houver demanda justificável a contratação.

Portanto, a empresa estará se beneficiando da redução de custos, mantendo a equipe que faz o negócio funcionar adequadamente.

O que é bom para todos os colaboradores e em especial para aqueles que serão reintegrados quando a crise acabar.

Uma vez que, com a mão de obra temporária contratada no momento certo, a empresa consegue se recapitalizar, podendo voltar a efetivar seus colaboradores ou até mesmo, aumentar seu efetivo.

Assim, a empresa consegue valorizar os profissionais que realmente fazem a diferença em seus resultados e aos poucos, a vida de todos volta à normalidade. Lembre-se, a crise de um jeito ou de outro vai passar, como tudo na vida.

Essa é uma estratégia legalizada?

Sim! Contratar mão de obra temporária é uma modalidade de trabalho legalizada e muito positiva para o orçamento da empresa. O próprio Governo Federal a utiliza e até em grande escala, atualmente são mais de 77.000 trabalhadores temporários, atuando em setores distintos do Governo Federal, além dos alocados na esfera Estadual e Municipal.

Essa estratégia de recontratar sua equipe como temporária, ajuda não só a empresa, como também é um sinal de respeito pelo esforço de todos que atuaram ao seu lado antes da crise.

Portanto, esse é o tipo de contratação que deve estar no radar das empresas para se reestruturarem após esse período crítico e assim finalmente, mês a mês, as nossas vidas voltem ao normal.

E aí? Vamos definir agora o melhor para a sua empresa? 

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHE

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email

ÚLTIMOS POSTS